- Genison Balbino - - 1 de fevereiro de 2020 | - 3:36 - - Home » Aquidabã» Cidades» Política e Cidadania» Slide - - Sem Comentários

OPINIÃO: Educação perde com a não implantação do ensino médio em tempo Integral em Aquidabã

O Colégio Estadual Francisco Figueiredo deixou de receber R$ 4 milhões em investimentos nos próximos 10 anos. Recursos que seriam usados para a cobertura da quadra poliesportiva, ampliações de laboratórios, novos profissionais, entre outros. Tudo isso seria possível com a implantação de no mínimo duas turmas de ensino médio em tempo Integral do 1° ano.

Sabemos que as exigências do conselho escolar são válidas, mas, será que decisão foi somente por conta da estrutura? Tem muitos professores acomodados com seus horários flexíveis que sabiam que o ensino médio em tempo Integral exigiria muito. Afirmo que até alguns deles, são, sem dúvidas, despreparados para tal missão.

Os pais de alunos e alunos foram ludibriados por alguns “heróis” da educação? Espero estar completamente enganado, mas, como ex-aluno e apaixonado pelo CEFF, acredito que perdemos muito, principalmente para o futuro da nossa educação.

Por Genison Balbino

Enium Soluções Digitais

Deixe seu comentário!

Para: OPINIÃO: Educação perde com a não implantação do ensino médio em tempo Integral em Aquidabã

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: