- Genison Balbino - - 7 de Março de 2018 | - 11:13 - - Home » Aquidabã» Cidades» Notícias» Saúde» Slide - - Sem Comentários

Pacientes com Glaucoma podem ficar sem Tratamento

image_pdfimage_print

O glaucoma refere-se a um grupo de doenças oculares que provocam danos irreparáveis ao nervo óptico, causando até a cegueira, e por conta disso, milhares de pessoas em Sergipe recorrem ao tratamento oferecido pelo SUS (Sistema único de Saúde) por falta de condições financeiras para bancar os procedimentos.

No Interior, inclusive em Aquidabã, esses pacientes estão com os atendimentos suspensos diante da portaria 3.011/17 do Ministério da Saúde que transferiu para os municípios a responsabilidade de contratualizar, controlar, fazer o pagamento e também reduziu R$ 723.966,05/mês de repasse para o Estado de Sergipe. Os municípios alegam falta de recursos para manter o programa.

No Estado, os pacientes são atendidos pelo Programa Nacional de Combate ao Glaucoma através do Instituto Oftalmológico de Sergipe (IOSE) que é o prestador habilitado pelo SUS para os procedimentos específicos. Atualmente, os municípios fazem a contratação do programa e da empresa, mas quem paga é o Ministério da Saúde.

Com a portaria, mais de 18 mil pessoas cadastradas não terão o atendimento, como poderá ser o caso de Aguinaldo dos Santos Celestino de 74 anos, morador de Aquidabã. Segundo ele, a suspensão prejudica muito as pessoas que precisam do tratamento que previne uma futura cegueira. “Esperamos que o Governo Federal reveja essa decisão e normalize os atendimentos, pois há inúmeras coisas em que podem haver economia, mas na saúde não, ela deve ser prioridade.” finalizou

Por Genison Balbino

Enium Criação de sites

Deixe seu comentário!

Para: Pacientes com Glaucoma podem ficar sem Tratamento

Deixe uma resposta